Danae

Danae
Klimt, Gustav

terça-feira, setembro 23, 2008




Quando não se deseja que o contato com o corpo acabe e as horas junto parecem ter sido minutos ligeiros e distantes... A saudade do que se sente ainda aqui de tão breve o tempo e espaço da despedida. Ficam as mãos ainda nas minhas, o cheiro por todos os lados, a voz, o sorriso, os beijos... Fica a presença suspensa quanto mais ausente se faz.


Um comentário:

A. disse...

preciso dizer que o que está escrito aqui me emociona muito.