Danae

Danae
Klimt, Gustav

domingo, abril 15, 2007

Karona c/ Kívya na sexta-feira 13

Preciso relatar minha experiência karonística da última noite de 13 de abril.

Nossa pequenina amiga vai até o lab. de informática do setor II devolver o isonor usado na nossa viagem à Alagoiás e (diz ela) pra me ver...Insinuo-me (Ui!) pra uma karona até o Via Direta!!!
No estacionamento do CCHLA, nos dirigimos à um Uno branco e quando estamos a um palmo do veículo a pequena jornalista diz:

- Peraí, este não é meu carro não!!! Cadê meu carro??? Onde eu estacionei mesmo???
- kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (Eu)

Com a ajuda de um captador via satélite encontramos o carro.Sigo com o coração aos pulos a cada curva. Quando estamos quase em frente a igreja daquela ruazinha que é caminho pra parada do circular, eis que um jovem e incauto surge no meio da rua. E ela, aparentemente não vê, acelera.

- Kívya, o gato!!!
- Eu vi!!! Eu ia desviar!!!
- Desviar pra cima do bichinho???

Sorte q gato é bicho esperto e ligeiro, mas axo q ele ficou sem a ponta do rabo e quase q eu descia do carro na mesma hora. Neste exato momento recordo da data: sexta-feira 13.
Karona com Kívya. Programa imperdível. Todas as sextas-feiras 13 num estacionamento bem perto de vc. (mesmo q custe a encontrar o carro)

Um comentário:

Kívya Illa disse...

Isso é que é injustiça!
Primeiro, eu fui realmente ver vc, o isonor era só a desculpa;
segundo, eu esperei para dar carona;
terceiro, o carro era exatamente igual ao meu e estava estacionado no mesmo ângulo;
e quarto, eu não tenho culpa que era sexta-feira 13, muito menos que o gato era suicida, ne?
Ah Carol, alivia, vai?
Parafraseando minha amiga Elizama "Eu sou muito mole mesmo"!