Danae

Danae
Klimt, Gustav

quinta-feira, maio 24, 2007

"Relutei muito antes de por uma letra de música aqui...
Toda resistência tem seu fim"


Tudo sem nada ter
Canto Dos Malditos Na Terra do Nunca

Pra toda fome tudo que some ,

por que tem que ser
Tudo tem nome
São tantos nomes ,
sem nada ter
Sou todo ao tempo e todo tempo tento me satisfazer

Para os que acham ,
que a vida é falta do que fazer
Não se acha mais a solução
tudo as vezes so é falta de opção
quando se tem ou não tem razão
Pra toda fome tudo que some ,
por que tem que ser
Tudo tem nome
São tantos nomes ,
sem nada ter
O que será da vida dos que não tem nada a perder
Não se acha mais a solução
tudo as vezes so é falta de opção
quando se tem ou não tem razão

2 comentários:

Dyego Saraiva disse...

'Tudo tem nome
São tantos nomes ,
sem nada ter'

Tudo um dia será nada, e não me conformo, portanto, me morro.

Carolina Miquelassi disse...

me morro a cada dia
por saber q meu tudo/hoje
nunca foi nem será
e nem nada é
pq se fosse já era muito